quinta-feira, 20 de junho de 2013

Ingenuidade Minha...


Hoje aconteceu em São José dos Campos o “Ato Nacional Contra a Corrupção, Violência, Aumento da Passagem e Abuso a População”. A Manifestação iniciou com concentração na Praça Afonso Pena, a partir das 16 horas. Eu não pude chegar tão cedo, mas por volta das 18h45, mandei sms para uma amiga para saber por onde ia a manifestação e ela respondeu: “entrando na Dutra”.  Fiquei pasma. Não entendi a lógica de ir para a Rodovia Dutra, mas mesmo assim, fui até lá. Quando cheguei, a melhor palavra para descrever o que eu senti é decepção. Comecei a andar por lá e meus olhos se encheram de lágrimas (e isso não é uma figura de linguagem). O que eu vi: a Dutra fechada, milhares de carros parados em todos os sentidos, gente sentada pela rodovia, mas já dispersando, barricadas pegando fogo. Nas ruas laterais, rapazes com camisa escondendo o rosto (pra mim isso é coisa de bandido) pegando sacos de lixo e queimando no meio da rua para impedir o trânsito local, além das placas de sinalização destruídas. Embaixo da Dutra, no viaduto próximo ao Extra, cerca de 30 manifestantes também paravam o trânsito local, cantando, gritando ao lado dos carros, enquanto as pessoas dentro deles, apavoradas, olhavam com medo do que poderia vir a acontecer. Eu penso da seguinte forma: se você quer democracia pra se manifestar, tem que ser democrático o suficiente pra entender o outro que não quer. Ingenuidade minha talvez, mas não era isso que eu esperava. Esperava o povo ficar andando pela cidade, chamando as pessoas para participar do movimento, tomando o espaço público de forma pacífica. Esperava ainda, um “mar de gente” numa grande avenida como a Adhemar de Barros ou Nove de Julho, cantando nosso belíssimo hino nacional, gritando palavras de ordem, e emocionando até a madrugada.
Erro meu, por ter chegado ao final do ato, pois pelo que li nas redes sociais, a concentração foi linda e a passeata também. Mas ainda acredito que a tomada da Dutra foi uma grande bobagem. Interromper o trânsito de uma rodovia importante como essa, atrapalhar a vida de milhares de pessoas e não apenas isso, colocar a vida dessas pessoas em risco, aumentando a possibilidade de acidentes, não tem lógica.
Ter continuado pela cidade e pelas principais avenidas teria sido muito mais bonito e eficiente para tudo aquilo que se deseja alcançar de melhorias.

Ainda apoio o movimento, acredito nele e na sua legitimidade, mas acredito também que somos mais e melhores do que essas cenas que presenciei hoje. Manifestação e vandalismo não precisam, não devem, andar juntas.